1 de mai de 2009

Quem somos

Brigadas Populares é uma organização política autônoma, que possui como objetivo estratégico a construção do Poder Popular no Brasil. Poder estabelecido a partir da participação consciente das amplas bases populares, trabalhadores e trabalhadoras e dos setores conscientes da sociedade brasileira.A construção do Poder Popular faz parte do processo de emancipação política, econômica, social e ideológica da classe trabalhadora que se concretiza por via da Revolução Brasileira.
As Brigadas Populares são uma contribuição na organização, formação e mobilização do povo brasileiro, e acredita que a construção do Poder Popular passa pela participação direta e política das camadas populares e das suas organizações: sindicatos, associações, grêmios, movimentos sociais e organizações políticas comprometidas com emancipação da classe trabalhadora.

Nossos Compromissos:
1) Contribuir para a organização do povo, superando a dispersão e o individualismo presente no sistema capitalista. Organizar para emancipar.
2) Contribuir para a elevação do nível de consciência política do povo, estabelecendo a consciência de classe explorada, superando a ideologia burguesa, alienante, que impede a compreensão da realidade e das necessidades dos trabalhadores e das trabalhadoras.
3) Contribuir com a elevação do nível de luta, "somente a luta muda a vida", para que as demandas do povo brasileiro sejam solucionadas é necessária a luta direta, organizada e consciente.

Pátria Livre e Poder Popular
Entendemos que a construção do Poder Popular é o instrumento necessário, unindo caminho e caminhante, para desde agora construir a sociedade nova, das bases populares até a totalidade da sociedade. Acreditamos que o caminho passa a construção de uma Pátria Livre, soberana em todos os aspectos, que possa estruturar suas capacidades humanas e naturais para corrigir as profundas desigualdades geradas por mais de 500 anos de exploração imperialista e capitalista.
Método de trabalho
Ao desenvolver as lutas diretas e econômicas, como por exemplo ocupações urbanas, manifestações pela Reforma Urbana etc; construímos através da formação a consciência política sobre os problemas que enfrentamos. A relação entre a teoria e a prática é mediada pela a organização das pessoas, estas são organizadas pelas suas necessidade imediatas e no processo educam-se politicamente.
O instrumento que utilizamos para ampliar a organização e a consciência das comunidades são as Assembléias Populares, espaço de participação onde cada pessoas tem a oportunidade de colocar sua opinião e discutir sobre os assuntos de interesse da comunidade e do povo.

2 comentários:

  1. FÓRMULA PARA DIMINUIR A POBREZA, AS DOENÇAS,E A CRIMINALIDADE

    1 - Combate impiedoso aos "burocratas-ladrões"

    2 - Modificação da Constituição Federal para melhorar o combate, principalmente para a contratação de melhores chefes, isto é, pessoas com saúde e físico perfeitos, visão 20 x 20 ,altura acima de 1,64m, casadas com pessoas com essas qualidades, com filhos sadios,sem vícios , ficha limpa no S.P.C. , etc.

    Na opinião de Paulo Trindade é burocrata "ladrão-fedaputa" o Funcionário Público Civil ou Militar, (principalmente se for bacharel em Direito) que :

    1 - acumula Cargos Públicos ilegalmente ou legalmente;

    2 - recebe proventos de uma ou mais de uma aposentadoria públicas cuja soma ultrapasse valor superior ao teto do INSS que é de dez vezes o valor do salário mínimo;

    Recebe proventos de aposentadoria e continua trabalhando mediante salário no Serviço Publico ou em Empresas Estatais (por exemplo, a Assistente Social ***** do Hospital Alberto Cavalcanti)

    3 - Invade profissão de um cidadão, pelo exercício de atividade econômica, no horário em que deveria estar trabalhando no Serviço Público;

    4 - acumula Cargos Públicos e não cumpre horário determinado por Lei, trabalhando, nos dois Cargos;

    5 - Exerce tarefas ou funções antiéticas ou desnecessárias , ou que prejudicam o Serviço Público. Por exemplo, funcionário desonesto exercendo função de "fiscal de funcionários",sem se identificar aos "fiscalizados", a pedido de chefes também desonestos, que não cumprem horário.

    6 - não cumpre horário determinado por Lei, trabalhando;

    7 - utiliza telefone, veículo ,ou prédio público para tratar de assuntos particulares ( exemplo): Psiquiatra "Coordenador de Turno" (isto é, que não atende consultas), utilizando telefone do Posto Carlos Prates para tratar de assuntos particulares)

    8 - é contratado ilegalmente, isto é, sem Concurso Público;

    9 - age desonestamente com colega ou com o Público; A mais repugnante desonestidade ocorre quando um funcionário de cor preta,ou detentor de cargo de Psicólogo, concursado, faz avaliação da capacidade intelectual ou profissional de colega concursado, sem comunicar é vítima,para obter vantagem ilícita, para si e/ou para colega , não concursado.

    10 - recebe pagamento por horas-extras desnecessárias;

    WWW.servidorpublico.tk

    ResponderExcluir
  2. FÓRMULA PARA DIMINUIR A POBREZA, AS DOENÇAS,E A CRIMINALIDADE


    11 - recebe pagamento por "apostilamento";

    12 - trabalha em desvio antijurídico de função por mais de seis meses seguidos ( exemplo): Trabalhadores Braçais ou Estudantes-estagiários de Contabilidade ou Datilógrafos , ou Agente Operacional, trabalhando como Escriturário ou Agente Administrativo);

    13 - paga INSS como Trabalhador Autönomo ou como Empregado para ter duas aposentadorias, e no Serviço Público faz horas-extras ou não cumpre horário determinado por Lei, trabalhando;

    14 - é contratado agraves de Concurso Público porem em desacordo com o estabelecido no Edital de Concurso, isto é, se ele estabelecia o número de vagas e prazo de validade, todos os contratados acima desses limites , são burocratas-ladrões;

    15 - Detem cargo de Professora ou Supervisora ou Orientadora Pedagógica ou Psicóloga ou Técnica Educacional e usa a biblioteca da Escola como sala de visitas ou conversas, ou como sala de aula, ou sala de trabalho (correção de provas ou avaliação psicológica) ou consultório de alunos ou como estacionamento. Ou apóia a lotação na Biblioteca de Funcionários expulsos de outras Repartições por vagabundagem ou corrupção ou que tenha desprezo por estudo, por livros ou por trabalho honesto, ou que sejam contratados ilegalmente.

    16 - Detem cargo de Professora ou Psicóloga e indica estudante ou qualquer pessoa para contratação sem concurso público ,como estagiários ou profissionais, em Repartição Pública ou Empresa Estatal.

    17 - ocupa cargo de Chefe e não impede o comportamento desonesto de algum funcionário contra colegas ou contra o Público (Povo ou Contribuinte);

    18 - ocupa cargo de chefe e é casado com funcionária (o) pública ou de empresa estatal ;

    19 - ocupa cargo de chefe e não cumpre horário determinado por Lei, trabalhando, ou não exerce tarefas de subalterno para evitar ociosidade, por orgulho, ou por preguiça ou por incapacidade física ;

    20 - ocupa cargo de chefe e ao mesmo tempo exerce outro Cargo Público ou outra atividade econömica ou paga INSS como Autônomo ou como empregado;

    21 - ocupa cargo de chefe e ële ou sua esposa não tem saúde e físico perfeitos, ou visão 20 x 20 sem óculos, ou não é casado legalmente, ou não tem filhos sadios, ou não tem ficha limpa no S.P.C. , Polícia e Fórum, ou tem algum vício.

    22 - ocupa cargo de chefe ,devido a ter sido eleito ou escolhido pelos funcionários. Eleição de chefe é comportamento antidemocrático inaceitável.

    23 - ocupa cargo de chefe apesar de ter sido "burocrata-ladrão" durante dois dias ou mais nos últimos 20 anos;

    Paulo Trindade , 65 anos, mestiço , foi Funcionário, atravez de Concurso Público, durante 8 anos na Prefeitura, 02 anos no Governo Estadual e 19 anos no Governo Federal. Pediu demissão da Prefeitura devido ao comportamento desonesto dos colegas que eram "burocratas-fedaputas" e eram pessoas com as características seguintes : bacharéis em Direito e/ ou de cor preta ou mestiça-escura, e/ou usuários de óculos ou lentes, e/ou com saúde ou físico imperfeitos, e/ou solteiras ou desquitadas, e/ou nascidas fora de Belo Horizonte, e/ou com altura inferior a 1,62 cm, e/ou do sexo feminino.

    ResponderExcluir